A beleza e a tradição dos azulejos portugueses
21 de setembro de 2018
Bem Vindo à Tunísia!
17 de novembro de 2018

O encanto das artes cerâmicas na África do Sul

Situado em Champagne Valley, na Cordilheira de Drakensberg, o Ardmore Ceramic Art Studio é um dos mais aclamados ateliês de cerâmica da África do Sul. Suas obras são mundialmente conhecidas pela mistura ousada de técnicas, pelo uso das cores Zulu e pela influência do folclore em seus designs.

 

Criado por uma artista zimbabuana e uma jovem afetada pela poliomielite, o ateliê começou como um empreendimento simples e, hoje, abriga um museu, uma galeria, escritórios e emprega mais de 50 pessoas.

 

Tudo começou quando a pintora e ceramista Fee Halsted-Berning se encantou com o cenário das montanhas de Drakensberg e decidiu mudar-se para Ardmore Farm, uma propriedade em Champagne Valley. Como precisava de uma assistente, perguntou a uma funcionária da fazenda, Janet Ntshalintshali, se alguém gostaria de aprender os fundamentos da arte em cerâmica. A filha da Janet, Bonakele, paraplégica devido à poliomielite contraída quando criança, não queria mais trabalhar na colheita de tomates por ser um trabalho muito pesado e, então, aceitou o convite de Fee. Juntas, elas criaram o Ardmore Ceramic Art Studio. Dali, surgia uma parceria excepcional: Fee contribuiu com o seu amplo conhecimento em escultura em cerâmica e Bonnie acrescentou interpretações exuberantes baseadas em narrativas bíblicas e rituais tradicionais africanos.

 

O Ardmore Ceramics logo se tornou famoso por romper com técnicas tradicionais, produzindo obras com cores vibrantes e uma enorme atenção ao detalhe. Em 1990, Fee e Bonnie receberam o famoso prêmio Standard Bank Young Artist Award for Visual Art. Outros prêmios de arte sul-africanos se seguiram e seus trabalhos foram apresentados em inúmeras exposições internacionais. Bonnie faleceu em 1999, mas seu legado ainda vive: atualmente, o Ardmore Ceramic Art Studio emprega 50 pessoas, mulheres em sua maioria, que reside na região da Cordilheira de Drakensberg, onde há poucas oportunidades de emprego formal.

 

O Museu de Cerâmica Bonnie Ntshalintshali funciona dentro do ateliê e homenageia o seu trabalho.

 

Fonte: Ardmore Ceramic Art Studio

Comentários estão fechados.